Técnicas de caça
    Animais     Felinos     Linces     Técnicas de caça
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Os linces
   Caracal
   Lince Boreal ou Eurasiático
   Lince Ibérico
   Lince Pardo
   Lince-do-Canadá
   Reprodução e nascimento
   Técnicas de caça
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Técnicas de caça
41

Técnicas de caça dos lincesA técnica de caça do lince está relacionada com a sua morfologia. É o resultado da evolução de uma longa selecção natural. A cada sequência da caça, corresponde uma ou várias aptidões físicas ou fisiológicas especialmente desenvolvidas. O lince caça principalmente de madrugada. Serve-se da sua excelente visão nocturna e o seu ouvido sensível para atacar e acabar com a sua presa. É capaz de detectar uma presa até aos 300 metros de distância. A procura da presa pode demorar horas e o lince vai até grandes distancias até encontrar a presa que será a sua comida.

A técnica de caça do lince resume-se nos seguintes pontos: procura de uma pista, aproximação até à presa, ataque surpresa, imobilização da presa, execução e por ultimo, degustação. O lince segue estes passos, desde do inicio que é procurar a presa, até ao final que é comê-la. Como o trunfo do lince é o sigilo e o efeito surpresa, o mesmo se aproxima com muito cuidado, inclusive com as orelhas em baixo. Ele utiliza o redor vegetal da zona para camuflar-se, até a sua pelagem se confundir facilmente com a vegetação. Esconde-se numa esquina observando a longo prazo a sua presa até chegar o melhor momento para atacar.

Quando encontra o momento oportuno, salta sobre a sua presa. Com um único salto, pode chegar até aos 5 metros de distância. Em relação a distâncias curtas, é um animal muito rápido. Se falhar o seu primeiro ataque, terá apenas uma oportunidade para poder caçar a sua presa. O seu coração frágil faz com que não seja um bom corredor de longas distâncias. Quando mais perto estiver da sua presa, mais possibilidades terá de conseguir caçá-la. No caso de falhar, o lince abandonará a zona visto que as outras presas já estão conscientes da sua presença, o que faz com que o ataque surpresa seja nulo.

Uma vez próximo da sua presa, o lince agarra e imobiliza graças às suas unhas retrácteis finamente afiadas. Agarram as grandes presas pelas costas enquanto que as mais pequenas apanham pela cabeça. O lince mata as suas presas asfixiando-as, comprimindo a traqueia com a ajuda da sua forte mandíbula. Esta forma de matar é apenas para grandes presas. Para as pequenas, como os roedores, o lince quebra a coluna vertebral de um violento com a sua pata. Uma vez morta, a presa é arrastada. O lince gosta de comer tranquilamente.

O lince necessita apenas de 1,5 a 3 kg de carne por dia. Ele pode comer a mesma presa durante vários dias visto que as cobre com folhas e terras, para não lhe roubarem.

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   felinos, linces, técnicas de caça
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso